Sexta-feira, 3 de Novembro de 2006

HÁ UM TEMPO

Há um tempo em que vivemos
Na certeza do inseguro
Em sonhos no horizonte vemos
A beleza de um amor puro
E logo de sua boca colhemos
Eu te amo! Eu te juro!!...
Há um tempo em que sonhamos
Com a ternura de uma flor
E então sabemos que amamos
Com todo o nosso fervor
E aos poucos nos entregamos
Á magia do seu amor...
Há um tempo em que sentimos
Esse amor nos tocar o peito
Olhamos seu olhar e vimos
Tudo o que há de perfeito
Entre carícias dividimos
Esse amor por nós eleito
E por mil vezes repetimos
Eu te amo sem defeito...
Há um tempo de paixão
De ternura verdadeira
Em que se faz amor no chão
Ao calor da lareira
E o nosso coração
Num ritmo agitador
Parece um vulcão
Que entra em erupção
Brotando lava de amor...
Há um tempo em que dizemos
Encontrei a felicidade
Por esse amor tudo fazemos
Entre hinos de lealdade
Mais tarde nos apercebemos
Que nem tudo era verdade
A partir daí absorvemos
O fruto da ansiedade
E de antemão já sabemos
Que pela frente apenas temos
A melodia da saudade...
Há um tempo que o próprio tempo apaga
Nele toda a memória se esvai
O mar tudo leva naquela vaga
O fogo da paixão que já não se propaga
Em silencio aos poucos de nós sai
Fica o outono que nos afaga
Com o planar de uma folha seca que cai...
Há um tempo para viver
As delícias de um amor
Há um tempo para entender
O brilho da sua cor
Um tempo para absorver
A doçura do seu calor
E um há tempo para sofrer
As torturas da sua dor...
Do passado somente guardo
A lembramça que o sonho consente
O amor é chama onde já não ardo
Como ardia loucamente
A dor deixou de ser um fardo
Estou caminhando livremente
Em meu coração apenas resguardo
As memórias do presente
E ansiosamente aguardo
Que o sol brilhe novamente.
 
                                                                              Autor: Hélio Costa
tags:
publicado por Soldourado54 às 01:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Lembra-te

. "Poeta doido"

. Quero

. Amizade

. Lembra-te de mim...

. HÁ UM TEMPO

. A minha lua

. Se eu um dia fosse vento....

. "Tu foste"

. "Hoje eu queria"

.arquivos

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds